Alimentos contra depressão

A depressão é uma doença silenciosa e quando menos se espera, podemos nos encontrar neste estado. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a depressão afeta atualmente 13 milhões de pessoas no Brasil.

Uma das principais causas da depressão é a falta de um hormônio chamado serotonina. A serotonina é conhecida como o hormônio do humor. É possível regular a produção deste hormônio com uma alimentação balanceada.

Uma das maneiras de se tratar a depressão é se alimentar de maneira a auxiliar o corpo a combater ou prevenir a doença. Vamos ensinar neste post quais alimentos são aliados na prevenção ou tratamento da depressão. São eles:

Melancia – Esta fruta além de deliciosa é uma ótima aliada no tratamento ou prevenção da depressão. Ela contém em sua composição triptofano. O triptofano é um aminoácido que ajuda na produção de serotonina, portanto seu consumo está associado diretamente ao aumento da produção do hormônio;

Laranja – Esta fruta permite ao corpo a ingestão do ácido fólico. O consumo de ácido fólico está diretamente associado à diminuição dos sintomas depressivos. Seu consumo também previne o cansaço e ajuda a combater o stress;

Peixes (e carnes magras) – Estes tipos de alimentos são conhecidos por conterem, assim como a melancia, o triptofano. O triptofano como já falado ajuda no aumento da produção da serotonina. Com isto ele pode diminuir o apetite, melhorar o sono, reduzir a sensação de dor e criar as sensações de relaxamento e bem estar;

Leite – Conhecido com o alimento que possui maior concentração de cálcio o leite atua não somente na produção e fortalecimentos dos ossos, mas também reduz e controla a irritabilidade e o nervosismo. Sendo assim, o consumo de cálcio minimiza os efeitos da depressão e da tensão.

Para combater a depressão não basta apenas consumir alimentos para tal fim. É importante procurar orientação médica e utilizar estes alimentos como aliados e não como principais responsáveis pelo tratamento da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *