Reeducação alimentar é o método mais eficiente para perder peso

Muitas pessoas preferem fazer as dietas da moda para conquistar a perda rápida de peso. Contudo, a decepção é grande quando veem que o que deveria ser sinônimo de sucesso, vira na verdade o temido efeito sanfona – pouco tempo depois da dieta, a pessoa ganha todo o peso novamente, ou até mesmo mais, que em geral se acumula na altura do abdômen, comprometendo a saúde dos órgãos.

Tudo o que é demasiado é nocivo à saúde, como devemos entender. E toda dieta inconsequente tem as suas desvantagens. Por outro lado, para emagrecer com saúde e manter o peso, é necessário mudar os hábitos – isso implica ajustar o cardápio e a quantidade de comida consumida diariamente, fazer exercícios regulares, otimizar as horas de descanso, e principalmente, ter consciência do que funciona ou não para o seu corpo.

O que é reeducação alimentar?

Diferentemente das dietas da moda, a reeducação alimentar eficiente é aquela que considera os aspectos e necessidades da pessoa, sem regras gerais. Otimiza os alimentos e exercícios conforme a sua condição pessoal. A ideia é que a pessoa reaprenda a se alimentar e tenha um melhor relacionamento com o seu corpo.

A reeducação alimentar pode ser feita também para determinado grupo de pessoas que possuem os mesmos hábitos em comum, como a sua família, garantindo as necessidades de cada indivíduo.

Reeducação alimentar
Exercícios são fundamentais no processo de reeducação alimentar.

Como fazer reeducação alimentar

A troca de alimentos por opções mais saudáveis é o foco desta atitude – é importante deixar os industrializados e preferir alimentos naturais, variados e balanceados. O nutricionista é o profissional que pode criar um cardápio especial para cada caso. Todos os tipos de alimentos da pirâmide alimentar devem ser contemplados para uma alimentação saudável.

Pratique a reeducação alimentar

Vejamos alguns hábitos saudáveis que devem ser considerados por quem pretende fazer uma reeducação alimentar eficiente:

  • Faça um check-up com um médico e procure um nutricionista;
  • Reduza a quantidade de sal dos alimentos;
  • Evite comidas com muito sódio ou com gorduras saturadas;
  • Tome de 2 a 3 litros de água por dia;
  • Diminua o consumo álcool e comidas congeladas, pois são ricos em sódio;
  • Prefira alimentos com muitas fibras e vitaminas (verduras e legumes são ricos nessas substâncias);
  • Prefira alimentos com carboidratos complexos, pois sua digestão mais lenta evita que fiquem acumulados em gorduras;
  • Diminua o consumo de doces e de alimentos industrializados. Consuma pequenas porções semanalmente;
  • Pratique exercícios físicos diariamente ou regularmente.

Confira também mais algumas dicas especializadas da nutricionista Gabriela Junqueira neste vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=mTmRD06J1XM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inline
Inline